Editado por Mário Melo Costa

OBJECTIVAS FUJINON - WORKSHOP AIP

November 4, 2017

 

 

2017-11-04

Texto: Carlos A Henriques

 

A AIP (Associação de Imagem Portuguesa) e a Fujifilm Portugal realizaram no passado dia 2 de Novembro, nas instalações da Smiling Audiovisuais, em Lisboa, um Workshop no qual foi possível aos participantes tomarem contacto com as novas objectivas tipo zoom para Cinema Fujinon, nomeadamente as MK 18-55mm T.2.9 e MK 50-135mm T2.9, para trabalhos ligeiros, tipo documentário, a Cabrio 19-90mm T2.9 e a  Cabrio 20-120mm T3.5 para trabalhos mais exigentes.

A abertura do Workshop esteve a cargo de Tony Costa (Direcção da AIP) e João Coelho (Fujifilm Portugal), os quais apresentaram as razões deste evento e a necessidade do mesmo num meio tão carecido de informação a nível nacional sobre o que de mais notório se passa no mundo dos novos equipamentos e técnicas cinematográficas.

 

 


As primeiras palavras (Tony Costa e João Coelho)

 

Os participantes foram maioritariamente Directores de Fotografia e candidatos à profissão, assim como técnicos de manutenção óptica, tendo sido criado um verdadeiro ambiente de trabalho colaborativo num espaço (estúdio) cedido pela Smiling (GNI-Grupo Nova Imagem).

 

 


Participantes no Workshop

 

João Coelho fez uma introdução à actividade da Fujifilm Portuguesa, com a sede em Vila Nova de Gaia, assim como deu informação técnica em termos gerais sobre as objectivas em presença, na qual foi coadjuvado pelo representante da Fujifilm Espanha.

Para uma explicação mais aprofundada marcou presença Hideyuki Kasai (Fujifilm Japão), o qual fez, numa primeira abordagem, uma visita ao interior das objectivas em termos globais, para se dedicar depois à explicação das características técnicas das objectivas em demonstração.

 

 


Palestra de Hideyuki Kasai (Fujifilm Japão)

 

Um dos aspectos realçados por Hideyuki Kasai prendeu-se com o desafio das novas resoluções cinematográficas, nomeadamente o 4K, deixando para uma abordagem posterior a questão do 8K/UHD-2, mais na óptica da Televisão, tendo em vista a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio (2020).

 

 


O triângulo da qualidade

 

Segundo a filosofia da Fujifilm, há que respeitar nas objectivas Fujinon aquilo que chamou de: “O triângulo da qualidade 4K”, ao qual as novas objectivas têm que dar resposta, ou seja, contribuírem para uma óptima resposta a imagens de Alta Resolução, Alto Contrate e a Alta Gama Dinâmica.

 

 


António Morais

 

A parte de exposição terminou com a intervenção do Cineasta e Fotógrafo António Morais, ao qual a Fujifilm Portuguesa encomendou um pequeno filme (4K+HDR), ainda não disponível para o grande público, no qual as objectivas MK 18-55mm T.2.9e MK 50-135mm T2.9 dão conta da sua real qualidade.

Após o visionamento do filme num televisor Sony com capacidade de reprodução 4K  e a característica HDR (HLG), assim como do making of deste, António Morais fez uma profunda análise à prestação das objectivas e às várias nuances das mesmas durante a rodagem.

O seu conhecimento profundo da tecnologia digital, tanto no campo teórico como prático, associado à boa prática do uso das objectivas em questão, foi uma das mais valias deste excelente Workshop.

 

 


Making of do filme teste Fujinon-Ricardo Teixeira, António Morais e Mimi Sá́ Coutinho (Foto:Mafalda Leal Moura)

Após o almoço, servido na cantina da Nova Imagem, procedeu-se ao contacto directo dos participantes com o equipamento disponibilizado para o efeito num cenário e manequim a preceito.

 

 

 

Please reload

Segue-nos
  • Facebook Social Icon
Notícias Recentes
Please reload