Editado por Mário Melo Costa

Carlos Santana aip recebe prémio ARRI - Carreira e Honorário

February 24, 2019

PRÉMIO ARRI CARREIRA/HONORÁRIO 
Carlos Santana aip
 

 

Quando o nome de Carlos Santana surgiu na assembleia geral da associação para ser homenageado o voto foi unânime, uma homenagem que todos sentem ser inteiramente merecida. O Carlos Santana tem, e sempre terá, o respeitado e admiração dos seus pares, que com a atribuição deste prémio o querem distinguir. 

 

O Carlos está no cinema desde 1975, mas tem o cinema nele muito tempo antes.  Quando jovem e ainda no secundário fazia filmes em super8 de heróis de aventuras por si inventados. O bichinho do cinema que viveu e vive nele não o deixou sessegado. Esse desassossego levou-o a procurar o cinema e assim chegou como assistente de realização na série TV «Amor de Perdição» realizado por Manoel de Oliveira e depois em «Francisca» e «O Estado das Coisas» de Wim Wenders.  A partir dali nunca mais parou. Curiosamente não na área de assistência de realização, mas sim na câmara. Era a Câmara que mais o atraía e foi em imagem que se desenvolveu na produtora Panorâmica onde se produziam dezenas de spots publicitários nos anos 80 e 90. É a partir daí que o Carlos desenvolve a sua habilidade. “Se tens vocação, com trabalho e dedicação, tudo o resto vem por acréscimo.” diz Carlos para sublinhar a seguir “...e gostar do que se faz!”.

 

Gostar é uma característica dos cineastas. Todos, praticamente todos, com longas carreiras na profissão afirmam que o gosto pela profissão é a chave que abre todas as oportunidades e também abre outras como o Carlos diz a dado ponto da nossa conversa “Os cineastas são uns privilegiados, temos acesso a sítios quase inacessíveis e aprendemos imenso.”

 

Carlos assinou dezenas e dezenas de spots publicitários ao longo da sua carreira. Assinou diversas séries TV e duas longas metragens «Uma Aventura na Casa Assombrada» 2009 e em 2008 «Amália - O Filme» de Carlos Coelho da Silva. “Poderia ter feito mais longas, mas as circunstâncias da vida obrigam a tomar decisões que são as acertadas naquele momento.”

 

 

Please reload

Segue-nos
  • Facebook Social Icon
Notícias Recentes
Please reload