Editado por Mário Melo Costa

“Dina e Django” de Solveig Nordlund em destaque na cerimónia da entrega do Prémio Bárbara Virgínia

January 31, 2020

A luso-sueca Solveig Nordlund será distinguida com o

 

de Cinema, pelo seu notável trabalho como realizadora, produtora, encenadora e montadora, coincidindo com a celebração dos 50 anos do Centro Português de Cinema, cuja fundação acompanhou.

 

A cerimónia de entrega do Prémio decorrerá na Cinemateca Portuguesa, no dia 6 de fevereiro às 21h30.
Após a entrega do prémio, será exibida a longa-metragem “Dina e Django”, com fotografia do nosso membro honorário Acácio de Almeida aip.

 

Baseado numa história verídica, a revolução de 1974 serviu como pano de fundo para “Dina e Django”, em que dois jovens heróis, dominados por frases de literatura de cordel, vivem uma paixão curta e fatal que deixa atrás de si o trágico rasto de um crime. 
Solveig Nordlund junta-se assim a nomes maiores do cinema português como Júlia Buisel (script supervisor, anotadora, atriz, realizadora), Teresa Ferreira (colorista), Laura Soveral (atriz) e Leonor Silveira (atriz), distinguidas com o Prémio Bárbara Virgínia nos últimos quatro anos.


Sobre Solveig Nordlund:
Nasceu em Estocolmo em 1943, mas cedo saiu do seu país para viver e trabalhar em França, Espanha e Portugal. Estudou Artes e Línguas na Universidade de Estocolmo e Cinema, na Sorbonne, em Paris. 
Iniciou a sua carreira como assistente de realização e montagem, tendo trabalhado em vários filmes de realizadores como Manoel de Oliveira, Alberto Seixas Santos, José Fonseca e Costa, António-Pedro Vasconcelos, João Botelho e João César Monteiro. Fez parte do Centro Português de Cinema em filmes como “Pedro Só”, de Alfredo Tropa, ou “Brandos Costumes”, de Alberto Seixas Santos.
Em 1974 lança-se na produção e realização de documentários e séries de ficção, tanto na Suécia como em Portugal, atividade que tem desenvolvido desde então. 
Muitos dos seus filmes foram apresentados e premiados em festivais internacionais como Locarno, Roma, Mar del Plata, Roterdão, Montréal, São Paulo, Nova Iorque e Gotemburgo, entre outros. 
Como produtora fundou e integrou o Grupo Zero, Torromfilm, Cinequanon e Ambar Filmes. 
Desenvolve paralelamente um percurso como encenadora de teatro e pintora.

Please reload

Segue-nos
  • Facebook Social Icon
Notícias Recentes

March 7, 2020

Please reload